Saiba o que você deve evitar se tem uma bexiga hiperativa


Além da ingestão excessiva de água, há determinados alimentos que podem influenciar a bexiga hiperativa e que deveríamos evitar para poder controlá-la.


Uma bexiga hiperativa expulsa urina em qualquer momento e sem controle. Pode ser um problema muito incômodo, mas a boa notícia é que tem solução se for tratado a tempo.

Neste artigo falaremos sobre quais alimentos é melhor não consumir se você sofre com este transtorno.

O que devemos saber sobre a bexiga hiperativa


Antes de mais nada, seria bom aprender um pouco sobre este problema conhecido como “bexiga hiperativa”. Pode-se dizer que uma pessoa o padece se apresenta, pelo menos, dois destes sintomas:
Urinar mais de 8 vezes ao dia e 2 vezes à noite (sem ter tomado muito líquido).
Vontade repentina e forte de ir ao banheiro.
Perda de líquido após ter urinado.

Uma perda de controle da bexiga pode estar relacionada a causas desconhecidas, embora saibamos que os principais desencadeantes são:
Nervosismo
Estresse
Consumo excessivo de café
Ingestão alta de água

20% dos casos correspondem a um problema neurológico, como o mal de Parkinson, tumores cerebrais ou de medula.

As pessoas que têm a bexiga hiperativa não se sentem aptas para fazer certas atividades, e muitas sentem vergonha por sua condição de saúde.

A urgência para ir ao banheiro e a perda de urina “no caminho” causam um isolamento social e problemas no trabalho, pois quem sofre está mais preocupado com isso do que com qualquer outra coisa.

Quais alimentos devem ser evitados em casos de bexiga hiperativa


Os tratamentos para esta condição são variados.
Alguns são receitados pelo médico (como, por exemplo, uma injeção de toxina botulínica).
Outros estão relacionados a nossos hábitos cotidianos: desde exercícios para fortalecer a pélvis à redução do consumo de certas bebidas ou infusões.


Caso sofra de bexiga hiperativa recomendamos não ingerir os seguintes alimentos:

Alimentos picantes
Os temperos indianos, os pratos mexicanos ou asiáticos, podem ser deliciosos, mas também podem fazer mal à nossa saúde urinária.

Se ao comê-los sentimos uma ardência na boca, como não farão o mesmo no revestimento da bexiga?

As comidas e as especiarias picantes pioram os sintomas, por isso recomendamos não as consumir ou reduzir ao mínimo as quantidades quando preparar suas refeições.

Comidas açucaradas
Os doces e qualquer alimento que contenha uma boa dose de açúcar são prejudiciais para a saúde. O mesmo acontece com as sobremesas que contêm adoçantes artificiais.

Todos eles aumentam a vontade de urinar e irritam a bexiga, além de oferecer calorias vazias ao organismo.

Evite as balas, biscoitos, bolos, tortas e demais alimentos açucarados. Em seu lugar, aumente o consumo de frutas e oleaginosas, saudáveis e nutritivos.
Café





A cafeína tem vários efeitos negativos no corpo que vale a pena destacar. Por exemplo, causa hiperatividade a nível cerebral, cardíaco e urinário.

Assim, beber café demais exige um trabalho mais intenso da bexiga, e piora o quadro.

Esta infusão não é a única que pode aumentar a quantidade de urina que eliminamos diariamente, mas também os refrigerantes (principalmente os de cola), alguns tipos de chá e o cacau.

Sucos cítricos ou de mirtilos
É verdade que os mirtilos são ótimos para a saúde cardíaca e sanguínea (são recomendados para pessoas com hipertensão ou diabetes), assim como para combater as infecções urinárias.

No entanto, um dos efeitos colaterais é que podem piorar os sintomas de uma bexiga hiperativa. A acidez destes pequenos frutos pode nos fazer ir mais vezes ao banheiro.



Além disso, também não é recomendável beber sucos ácidos ou cítricos (laranja, toranja, etc), embora tenham a capacidade de fortalecer o sistema imunológico por seu teor de vitamina C.

No caso de ter um problema de incontinência urinária, os componentes destas frutas irritam ainda mais a bexiga.

Álcool


São muitos os efeitos colaterais do álcool (principalmente quando consumido em excesso). Por ser um diurético potente, pode irritar a bexiga.

Por exemplo, se tomamos uma cerveja, estaremos ingerindo mais líquido, mas também aceleraremos o trabalho dos rins e obrigaremos a bexiga a se esvaziar mais rápido.

Pelo contrário, uma taça de vinho por dia é recomendável para as pessoas com bexiga hiperativa, já que não causa os mesmos efeitos que a cerveja, e tem benefícios para a saúde cardiovascular.

Tomate
Esta fruta é muito ácida e, como tal, piora a saúde da bexiga e do sistema urinário. Além disso, por ter muita água ele se comporta como um potente diurético.

No caso de comer tomate cozido o quadro piora, e mais ainda se for consumido em forma de molho, já que muitas pessoas adicionam açúcar para “mascarar” o sabor ácido (e já falamos que os alimentos açucarados não são aptos para pessoas com incontinência).

Uma boa técnica para que os molhos sejam menos ácidos é adicionar cenoura crua ralada. Também podemos acrescentar um pouco de nata, leite ou até bicarbonato de sódio.

Todos eles atuarão para neutralizar a acidez.

Imagem principal cortesia de © wikiHow.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PUBLICIDADE

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...