Sentes dor ou dormência nos dedos? Então é isto que tens de saber já!

Se costumas sentir dormência ou dores nos dedos precisas mesmo de saber isto! É esta a causa e a solução para esse problema tão incômodo e que afeta tantas pessoas pelo mundo!

A síndrome do túnel do carpo é um problema que afeta milhões de pessoas em todo o mundo.

Ela é comum em músicos, digitadores, redatores, escritores e costureiras, justamente por serem atividades manuais ou que forçam uma mesma posição das mãos.

O túnel do carpo é uma passagem anatômica, localizada na porção anterior do punho, formada por um arco de ossos e por um forte ligamento, chamado de ligamento transverso do carpo.

Dentro desse túnel, localizam-se os tendões flexores para os dedos (total de nove) e o nervo mediano, que é responsável pela sensibilidade do polegar, indicador, dedo médio e a metade externa do dedo anular.

O nervo mediano localiza-se logo abaixo do ligamento transverso do carpo e, por ser a estrutura mais delicada no interior desse túnel, pode causar sensação de dor e dormência nas mãos ao ser comprimido.

A síndrome do túnel do carpo é, em resumo, o conjunto de sinais e sintomas (dor, dormência, formigamento, falta de força) causados pela compressão do nervo mediano no punho.




Estes três exercícios são muito simples e vão ajudar. Veja como fazê-los:


Exercício 1
Inicie o exercício com as palmas das mãos juntas na frente de seu peito, logo abaixo do seu queixo.

Baixe lentamente as mãos para a sua cintura, mantendo as mãos perto de seu estômago e as palmas juntas, até sentir um estiramento de leve a moderado nos antebraços.

Mantenha essa posição por, pelo menos, 15-30 segundos e repita o exercício de 2 a 4 vezes.


Exercício 2
Estenda um braço para a frente com a palma para cima.

Dobre o pulso, a mão apontando para o chão.

Com a outra mão, dobre o pulso até que sinta um estiramento de leve a moderado no antebraço.

Mantenha esta posição por, pelo menos, 15-30 segundos e repita o exercício de 2 a 4 vezes.


Exercício 3
Estenda um braço para a frente com a palma para baixo.

Dobre o pulso, a mão apontando para o chão.

Com a outra mão, dobre delicadamente o pulso até que sinta um estiramento de leve a moderado no antebraço.

Mantenha esta posição por, pelo menos, 15 a 30 segundos e repita o exercício de 2 a 4 vezes.


Estes exercícios vão melhorar a circulação na área das mãos e dos braços e podem até reduzir o inchaço.
Eles devem ser feitos umas três vezes por dia, depois de atividades desgastantes ou enquanto está sentado a trabalhar com o seu computador.

Outros cuidados

Se o seu trabalho envolve o computador, recomenda-se comprar um rato maior.

Além disso, melhore a sua alimentação.

Apanhe sol e faça uma suplementação com vitamina D e cloreto de magnésio PA.

A linhaça, o gengibre e a cúrcuma são especialmente benéficos para o problema, pois são alimentos antioxidantes com forte atividade anti-inflamatória.

Consuma linhaça em sumos, batidos, ou na sopa. É melhor comprar as sementes e triturá-las na hora.

Se puder, compre o óleo dessa semente e consuma no mínimo 1 colher (sopa) por dia.

O gengibre pode ser consumido em chás e em sumos.

A cúrcuma (ou açafrão-da-terra) pode enriquecer a salada.



Fonte: curapelanatureza.com.br


Truque simples para aumentar a velocidade da internet! Fica 3 vezes mais rápida! Que diferença!


Ninguém gosta de ficar à espera enquanto as páginas de internet carreguem, e a pensar nisso hoje trazemos-te aqui um truque muito simples de fazer, e que vai aumentar a velocidade da tua internet em até 3 vezes!


A internet hoje em dia tornou-se quase num bem de primeira necessidade, as pessoas estão cada vez mais dependentes dela, e não quer dizer que seja uma coisa má, os tempos evoluíram nesse sentido, há quem trabalhe através da internet, outros dependem dela para fazer as suas compras, de facto poucas das atividades que fazemos no nosso dia-a-dia não estão de alguma forma, direta ou indiretamente, relacionadas com a internet.

O ser humano está de tal forma dependente da internet que uma falha global da rede a acontecer a nível mundial, seria uma catástrofe sem precedentes, o caos…

Hoje o que te trazemos aqui é um truque que podes fazer em tua casa, utilizando materiais baratos e que todos nós temos, e que vai aumentar a velocidade da tua internet, porque ninguém gosta de ficar agarrado ao telemóvel ou até mesmo no computador à espera que as páginas abram, certo?
Em vez de começares já a fazer contas ao dinheiro que vais gastar a comprar um router mais caro, ou algum aparelho para aumentar a potência do sinal wifi em tua casa, experimenta fazer isto e vais ver que resulta mesmo! E além disso como não envolve custos, apenas tens de perder alguns minutos do teu tempo livre, caso não resulte – o que é pouco provável – então sim podes pensar em equipamentos alternativos.

Este truque vai resolver todos os teus problemas com a velocidade, e também com a potência do sinal da internet em tua casa! Vê como fazer:



Aprenda aqui como fazer marshmallows sem açúcar!

Receita de marshmallows sem açúcar e menos calórica mas conserva o incrível sabor desta guloseima



Marshmallows são deliciosos e ótimos para levar como lanche para acampamentos, passeios no campo ou nas montanhas. Mas apesar de fazerem a alegria de crianças e adultos, estas guloseimas, apesar de não conter gorduras, são repletas de açúcar.

Um marshmallow normal contém cerca de 4 gramas de açúcar. Mas todos nós sabemos que é praticamente impossível comer um só. Por exemplo, um copo cheio de mini marshmallows contém cerca de 29 gramas de açúcar, um exagero! Isso se traduz em mais de 400 calorias vazias (sem qualquer nutriente ou vitamina).

Hoje em dia todos conhecem os malefícios do açúcar, certo? O consumo excessivo de açúcar leva ao ganho de peso e a obesidade. Como regra, estes alimentos são pobres em nutrientes. E quanto mais produtos cheios de açúcar você consumir, menos espaço sobra na sua dieta para o consumo de frutas, hortaliças e grãos integrais.

Açúcar tem sido diretamente relacionado com problemas de saúde a longo prazo. As principais doenças associadas ao consumo de açúcar estão listadas abaixo:

Doença cardíaca

• Vários tipos de câncer, como o câncer de pâncreas
• Cárie dental
• Colesterol alto
• Resistência à insulina e diabetes
• Descontrole alimentar

Portanto, qualquer modificação nestas receitas cheia de açúcar será ótima para a sua saúde.

Experimente a receita abaixo e veja como é fácil aproveitar uma boa sobremesa e ao mesmo tempo cuidar da sua saúde!

Receita de Marshmallows Saudáveis

Estes marshmallows caseiros feitos mel conservam o delicioso sabor desta guloseima. Esta receita vai te surpreender e fará você se perguntar por que você alguma vez comprou marshmallows industrializados!

Ingredientes

• 1 1/2 colher de sopa de gelatina
• 1/2 xícara de água fria
• 1/2 xícara de mel
• 1 pitada de sal
• 1/2 colher de chá de essência de baunilha

Modo de Fazer
1. Unte com óleo de coco uma forma de pão. Em seguida, cubra com papel manteiga (o suficiente para sobrar para os lados). Em seguida, unte o papel manteiga.

2. Coloque ¼ xícara de água em uma tigela e polvilhe a gelatina sobre a água. Mexa e reserve.

3. Em uma panela pequena, coloque o mel, o sal e o outro ¼ de xícara de água. Aqueça em fogo médio e depois, com um termômetro de doces, deixe a temperatura chegar a 240 graus. Deixe chegar na consistência para formar pequenas bolas macias quando esfriados na água. Retire do fogo assim que chegar na temperatura certa.

4. Usando uma batedeira em velocidade baixa, misture com muito esta mistura quente na gelatina que estava reservada.
Depois de misturar bem, adicione a baunilha e aumente para a velocidade alta.

Bata por 12- 15 minutos.
Despeje na forma de pão e deixe descansar descoberto por 4 a 12 horas para secar.

Normalmente fica perfeito deixado da noite para o dia.
No dia seguinte, corte em quadrados e sirva.

Vai uma fatia de bolo de café e chocolate com cobertura de mascarpone?

Esse bolo não é só para agradar aos olhos – é delicioso! A receita serve até 16 pessoas e combina três ingredientes maravilhosos: café, chocolate e mascarpone.


Bolo delicioso de café, chocolate e mascarpone

Massa do bolo
Ingredientes:


  • Manteiga: 160g
  • Açúcar mascavo: 200g
  • Ovos: 6 unidades
  • Leite: 200ml
  • Farinha com fermento: 200g
  • Café solúvel: 3 colheres de sopa
  • Chocolate negro para uso culinário: 100g
  • Forma: 1 forma com 24 cm de diâmetro, untada com manteiga ou margarina, e polvilhada com farinha de trigo ou cacau em pó

Modo de preparo da massa:

  1. Leve o leite ao forno até esquentar, mas sem deixar que ferva.
  2. Assim que o leite estiver quente, junte as colheres de café e misture bem.
  3. Depois acrescente o chocolate e vá mexendo até que derreta e se dissolva no leite
  4. Deixe esfriar durante 5 minutos.
  5. Num outro recipiente bata a manteiga com o açúcar.
  6. Junte agora as gemas dos ovos e reserve as claras.
  7. Misture esse preparado com a mistura de café e chocolate que ficou esfriando, e vá batendo até virar um creme.
  8. Bata as claras em neve.
  9. Misture o creme de café com a farinha.
  10. Vá misturando as claras, levemente.
  11. Coloque a massa na forma e leve ao forno, preaquecido a 170º, durante 50 minutos.
  12. Vá testando com um palito para verificar o ponto do bolo.
  13. Desenforme e deixe esfriar.

Recheio do bolo


Ingredientes:

  1. Doce de leite: 1 lata

Calda para o bolo


Ingredientes:

  • Açúcar: 100gr
  • Água: 150ml
  • Creme de whisky: 125ml

Modo de preparo da calda:

Para fazer a calda, leve ao fogo um recipiente com a água e o açúcar.
Misture bem e, depois de entrar em ebulição, deixe ferver por 3 minutos.
Desligue o fogo e adicione o creme de whisky.

Cobertura de mascarpone

Ingredientes:

  • Creme de leite fresco: 200ml
  • Açúcar em pó: 100gr
  • Mascarpone: 200gr
  • Cacau em pó: 1 colher de chá

Modo de preparo da cobertura de mascarpone:

Bata o creme de leite com uma batedeira e vá acrescentando o açúcar.
Depois vá adicionando o mascarpone e misture bem com a batedeira, até a mistura ficar homogênea.

Montagem do bolo

  1. Use uma faca de serra para cortar o bolo, já frio, na horizontal.
  2. Regue as duas metades do bolo com a calda.
  3. Passe nas metades do bolo o doce de leite (pelo lado de dentro).
  4. Cole as duas metades do bolo pelos lados que estão com o recheio, cuidadosamente.
  5. Cubra o bolo com a cobertura de mascarpone.
  6. Polvilhe com cacau e decore a gosto.

Delicie-se!

Confira o vídeo desta receita:

Tramadol: a droga letal à venda em qualquer farmácia!

Se o medicamento Tramadol é uma das suas escolhas para o alívio de dores, saiba que pode estar colocando a sua vida em risco.

O Tramadol é um medicamento que pode ser comprado em qualquer farmácia, sem prescrição. Isso quer dizer que esse analgésico pode adquirido sem que você precise de uma receita médica.

O problema é que esse medicamento faz parte do cotidiano de muita gente. Essa é uma droga que é tomada por milhares todos os dias e tem efeitos colaterais perigosíssimos. Aliás, de acordo com o especialista irlandês Jack Crane, o Tramadol é responsável por mais mortes que drogas pesadas e ilegais como a cocaína e a heroína.


O consumo de Tramadol pode ser fatal
Parece que este analgésico não é perigoso se tomado corretamente. Porém, quando misturado com outras drogas ou álcool pode ser fatal. E por ser posto à venda nas farmácias ao dispor de qualquer um, acaba parando no mercado negro, para consumos que nada têm que ver o uso terapêutico.

Durante o ano passado foram registradas no Norte da Irlanda 33 mortes devido ao consumo de Tramadol. Quem vem denunciar esse perigo é o professor Jack Crane, patologista do Serviço Nacional de Saúde Irlandês. De acordo com o médico, o fato de essa ser uma droga que pode ser comprada sem receita leva a que as pessoas se automediquem sem cuidado. As pessoas tendem a presumir que como a droga está disponível na farmácia e não é preciso receita que ela é segura e não vai fazer mal. Mas isso não é verdade.

É urgente agir para evitar um desastre comunitário!
É por isso que esse medicamento devia ser reavaliado e vendido apenas aos portadores de prescrições. Ou seja, um clínico é que deveria determinar se essa é ou não a droga adequada para o paciente. A dosagem e a posologia também deveriam ser indicados por um profissional.

De ano para ano os casos de morte associados ao Tramadol vão-se multiplicando. Essa tendência não vai acabar a menos que algo seja feito.
O experiente investigador Jack Crane acredita que para pôr fim a esse cenário a droga tem de levar uma nova classificação. O Tramadol tem de ser equiparado às drogas ilegais que são proibidas.
Este clínico promete continuar pressionando para a classificação do medicamento seja revista e o Tramadol deixe de fazer vítimas.

Se for o seu caso, converse com o seu médico para determinar se pode continuar consumindo Tramadol ou de que modo pode prejudicando o seu estado de saúde.



FONTE: www.itv.com

Conheça os 8 sintomas precoces do câncer pulmonar!

Saiba que o corpo emite sinais que você não deve ignorar! Prestar atenção a eles pode diagnosticar câncer do pulmão a tempo de salvar a sua vida! Por isso conheça aqui 8 sintomas que deve vigiar!




O câncer do pulmão é uma doença bem ameaçadora! Por norma, é já numa fase avançada que os sintomas aparecem. Na verdade, 40% dos pacientes com diagnóstico de câncer, apenas sabem da doença quando ela evoluiu, causando transtornos no tratamento e na cura! O que pretendemos com este artigo é evidenciar alguns sintomas pouco notórios, que aparecem no começo do câncer. Assim, será possível identificar a doença mais cedo!

São os seguintes sintomas:

Dor no tórax
Na verdade, o câncer pulmonar pode provocar dores na coluna, nos ombros e no peito, estando afastada a possibilidade de tosse. Se a dor é intensa, frequente ou intermitente, convém marcar uma consulta com o seu médico. Avise-o se a dor é no tórax, em geral, ou num lugar em concreto. Para seu conhecimento, este câncer pode ser efeito de metástase ou gânglios linfáticos inflamados.

Cefaleias

O câncer torácico consegue atingir a cabeça. Contudo, as dores de cabeça podem não significar metástase no cérebro. Neste caso, o tumor pulmonar exerce pressão sobre a veia cava superior, transportando o sangue para o coração e causando dores de cabeça.

Falta de ar
Problemas na respiração podem evidenciar câncer, uma vez que este bloqueia a passagem correta do ar nas vias respiratórias e ainda no pulmão. Realize pequenas experiências: veja em que altura se cansa e tem falta de ar. Em geral, é quando pesa em pesos, realiza uma atividade que antes era fácil, mas agora tem dificuldades. Nestes casos, recomendamos que fale com o seu médico.

Emagrecimento
Perder peso sem razão aparente é anormal. Saiba que um doente cancerígeno liberta imensa energia para as células doentes. Mais, os nutrientes cedidos pelos alimentos não conseguem ser retidos pelo organismo, como antes da doença, podendo provocar desnutrição.

Tosse

Tome cuidado! Caso a tosse não venha de infecção respiratória ou resfriado, ponha a hipótese de ser câncer pulmonar. Se não passar dentro de 15 dias, consulte o seu médico. Ele irá escutar os seus pulmões e prescrever, eventualmente, um raio-X ou outros exames. Se for tosse crônica, é necessário verificá-la, urgentemente, sobretudo se fumar. Certas tosses emitem muco, sangramento ou som intenso, o que fazem delas tosses ameaçadoras.

Rouquidão
Notou que a sua voz enrouqueceu, sem razão alguma? Então, recorra a um médico! Pode ser efeito de um resfriado, mas se passarem 15 dias, tome cautela! Voz rouca pode significar câncer torácico, visto que o tumor atinge a “caixa de voz”, ou seja, o nervo que comanda a laringe.

Chiado
O som emitido com a nossa respiração, semelhante a um assobio, é gerado pelos pulmões e pode ter diversas origens. Deste modo, pode não ser complicado e ter tratamento simples. Contudo, tenha cuidado, pois pode ser sinal deste tipo de câncer. Caso ocorra um som constante, ponha de parte a possibilidade de alergia ou asma e consulte ajuda médica.

Dores ósseas
O câncer pulmonar consegue alastrar-se para todo o corpo, provocando dores nas costas ou em outros lugares, revelando-se mais intensas à noite. Se tiver dores no pescoço, nos ombros ou nos braços, não hesite em conversar com o seu médico.

Vigie a sua saúde e não descure os sintomas. Detectar e tratar uma doença destas precocemente é facilitar a sua cura!

COMER SALSICHA AUMENTA O RISCO DE CÂNCER E LEUCEMIA EM CRIANÇAS, REVELA ESTUDO

Quando éramos crianças, adorávamos comer cachorro-quente!

Era um lanche prático.

Tudo o que tínhamos a fazer era aquecer a salsicha, colocar no pão e comer.

Também adorávamos o cachorro-quente da nossa lanchonete favorita.

Ainda bem que mudamos nossos hábitos e hoje riscamos esse sanduíche do nosso cardápio.

O que aconteceu foi que crescemos, nos informamos e vimos que cachorro-quente é um grande risco à saúde.

Mas muita gente mundo afora, mesmo com tanta informação, ainda é fã do velho pão recheado com salsicha.

Você que está nos lendo é mãe ou pai?

Então atenda a este nosso apelo: pare de dar cachorro-quente às suas crianças!

Não há nenhum exagero nesse apelo.

Mas apenas a preocupação de quem sabe o quão nocivo é esse "sanduba".

No mundo inteiro, os casos de câncer infantil não param de aumentar.

E certamente a alimentação moderna está por trás disso.

De acordo com artigo publicado no jornal Los Angeles Times, citando pesquisa da Universidade da Califórnia publicada na revista Câncer Causes and Control, crianças que comem 12 ou mais cachorros-quentes por mês têm 9 vezes mais risco de desenvolver leucemia.

O LA Times acrescenta informando que duas outras pesquisas publicadas na mesma edição de Câncer Causes and Control sugerem que crianças cuja mãe comia regularmente cachorro-quente antes de elas nascerem têm o dobro do risco normal de desenvolver tumores cerebrais.

Basta que a mãe consuma pelo menos um cachorro-quente por semana durante a gravidez para haver esse risco, segundo as pesquisas.

As pesquisas foram comandadas pelo epidemiologista John Peters e podem ajudar a explicar por que a incidência de leucemia infantil e de tumores cerebrais tem aumentado tanto nas últimas décadas.

Mas o que há de tão errado num delicioso cachorro-quente?

A salsicha é a resposta.

Salsichas contêm nitritos, que funcionam como conservantes e são utilizados principalmente para combater o botulismo.

Durante o processo de cozimento, nitritos combinados com as aminas naturalmente presentes na carne formam compostos cancerígenos.

Suspeita-se também que os nitritos podem combinar com aminas no estômago humano para formar compostos N-nitrosos.

Esses compostos são conhecidos agentes cancerígenos e têm sido associados com o câncer da bexiga, estômago cavidade oral, cérebro e esôfago.

Mas um momento...

Alguns vegetais contêm nitritos, e eles causam câncer também?

É verdade que os nitritos são comumente encontrados em muitos vegetais verdes, especialmente alface, aipo e espinafre.

No entanto, o consumo de vegetais parece ser eficaz na redução do risco de câncer.

Como isso é possível?

Nitritos de vegetais também têm vitaminas C e D, que servem para inibir a formação de compostos N-nitrosos.

Além disso, os nitritos de vegetais não foram adicionados artificialmente, eles fazem parte de um processo da natureza.

Salsichas não contêm apenas nitrito como ameaça.

Nitratos, outro conservante, também marcam presença e aumentam o risco de câncer.

É possível, porém, produzir salsicha sem nitritos e nitratos e, assim, reduzir o risco de câncer.

Já existem modernos métodos de produção que dispensam o uso desses conservantes.

Mesmo assim, alguns fabricantes usam nitritos para dar a cor avermelhada que seduz muitos consumidores de salsicha e outros embutidos.

A cor vermelha artificial das carnes processadas transmite uma falsa ideia de frescura, com o intuito, na verdade, de enganar os consumidores.

Em resumo, é possível produzir salsichas e outros embutidos sem nitritos, como já está ocorrendo nos Estados Unidos e em alguns países da Europa (ver foto acima).

E, portanto, já está na hora do consumidor brasileiro também exigir isso.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.


Escureça os cabelos brancos naturalmente com cascas de batatas!

Deixe as tinturas com químicos e opte por uma alternativa natural para disfarçar os seus cabelos brancos! Neste artigo iremos compartilhar uma receita à base de cascas de batatas! Experimente e arrase!

Ter cabelos brancos é um sinal de que está a envelhecer e, nem todo o mundo encara isso muito bem. Para contornar esse sinal do avançar da idade, algumas pessoas optam por cobrir cabelos brancos com tinturas, de forma a terem um aspecto mais jovem.

Na verdade, elas até podem ser eficientes e você pode escolher imensos tons para embelezar os seus fios, mas saiba que está correndo riscos de saúde, pois elas estão repletas de químicos. Além disso, tratam-se de produtos nada baratos. Seja em casa ou num salão de beleza, prepare-se para pagar alguns reais por tinturas de cabelo.
A solução milagrosa

Para seu conhecimento, você vai poder com as maravilhas da medicina natural mais uma vez! Basicamente, você vai aprender a disfarçar cabelos brancos, de uma forma caseira, prática e barata. O resultado será um cabelo saudável, com fios brilhantes e sem branco. Assim, terá um resultado mais natural e sem o tom artificial deixado por tinturas convencionais, que podem causar prejuízos na sua saúde.

Note bem! Você apenas vai necessitar de um único ingrediente – bem simples mesmo! Quer saber qual é? Pois bem! Estamos falando da popular batata, que acompanha diversos dos seus pratos culinários. Na verdade, você não vai precisar bem dela, mas sim de algo que, com certeza, costuma jogar fora – as cascas. Da próxima vez que cozinhar batatas, lembre-se de guardar as cascas para fazer esta receita! Aprenda, então, como fazer para cobrir os seus cabelos brancos com cascas de batatas.
Receita de tintura de cascas de batatas

Ingredientes: 

  • água: duas xícaras; 
  • óleo essencial de alecrim/lavanda: algumas gotas; 
  • batatas: 5 unidades; 

Preparação: 

  1. Comece por retirar as cascas das batatas. 
  2. Depois, deite-as numa caçarola com água. 
  3. Deve ferver durante cinco minutos. 
  4. Entretanto, remova a caçarola do fogo e permita que amorne. 
  5. Feito isto, filtre a mistura e deite a água numa tigela, já sem as cascas. 
  6. Caso pretenda dar um odor agradável, junte algumas gotas de óleo essencial de alecrim ou lavanda. 

Como aplicar: Depois de ter finalizado a lavagem do seu cabelo como costuma fazer, aplique esta mistura, massageando bem os cabelos e o couro cabeludo.


Ao fim de alguns dias de aplicação, você irá reparar nos efeitos do seu cabelo. Os cabelos brancos já não serão detectados e o seu couro cabeludo ganhará uma nova vida! Não deixe de partilhar esta receita com as suas amigas que também têm cabelos brancos. Elas irão gostar de conhecer este método natural de escurecê-los!

Se encontrares uma fruta/vegetal com a etiqueta a começar com 8 NÃO COMPRES! O que isso significa…

d4s

É importante que saibas o significado do número 8 ao início, e depois disso de certeza que vais olhar mais para os rótulos nas frutas e vegetais, e evitar comprar os que começam com o número 8!

Algumas informações importantes podemos encontrar não só nas embalagens dos produtos confeccionados, mas também nas etiquetas daqueles frescos. As etiquetas não servem somente para colocar o logo da empresa, mas também para indicar o modo de cultivo das frutas ou verduras.


Veja como distinguir produtos cultivados com agrotóxicos, biológicos ou modificados geneticamente.


Nos adesivos têm um código chamado PLU que indica o modo de cultivo.
Se no adesivo tem 4 números foi cultivado em maneira tradicional, com pesticidas e fertilizantes.



Neste caso o número indica simplesmente o produto vendido: o 4011, por exemplo, são as bananas.

Se no adesivo estão cinco números e o primeiro é 8, o produto é OGM (Organismos Geneticamente Modificados).




Por exemplo uma banana geneticamente modificada terá o número 84011.

Se o adesivo tem cinco números e o primeiro é 9, o produto vem de cultura que não usa pesticidas.



Uma banana cultivada biologicamente terá o código 94011.

Existem alguns alimentos que estão muito mais sujeitos a tratamentos químicos: Veja quais são a seguir.


  • Morango 
  • Maçã 
  • Pêssego 
  • Uva 
  • Cereja 
  • Espinafre 
  • Tomate 
  • Pimento 
E outros que dificilmente são tratados quimicamente: 

  • Abacate 
  • Milho 
  • Abacaxi 
  • Ervilha 
  • Cebola 
  • Aspargo 
  • Manga 
  • Papaia (Mamão) 
  • Kiwi 

A partir de agora, fique de olho na etiqueta! É para o seu bem!


Fonte: Vai Dar Zebra

Revelação chocante de médico americano: “A quimioterapia não funciona em 97% dos casos”

A revelação que este médico e especialista americano fez está a chocar o mundo. Ele nos mostra como aquilo em que nos fizeram acreditar até aos dias de hoje, não passa na verdade de uma “farsa” e um “negócio” de milhões.

O cancro continua a ser uma das mais terríveis doenças que a humanidade já viu. É uma das principais causas de morte no mundo.

Como um sistema de tratamento tão avançado não consegue diminuir as perdas? Bom, talvez a quimioterapia e a cirurgia não sejam verdadeiros avanços. É assim que pensa o dr. Peter Glidden. Esse médico americano se destaca por ter a coragem de lutar contra o sistema.

Formado há quase três décadas pela universidade de Massachusetts, ele é um árduo defensor da medicina natural. E um crítico feroz da quimioterapia.

Ele costuma citar um estudo publicado no Journal Clinical Oncology, que estranhamente foi ignorado pela mídia e pelos profissionais da área.

Esse estudo mostrou que a maioria dos pacientes num período de 12 anos, após receber quimioterapia, ainda não tinham sido curados. Na verdade, 97% ainda tinham vestígios da doença.

Talvez você, como milhares de pessoas, pergunte: “Então por que ainda usamos a quimioterapia?” Para o dr. Glidden, só há uma explicação: o dinheiro.

Os remédios usados nesse tipo de tratamento são comprados a poderosas empresas farmacêuticas. Em seguida, são vendidos aos pacientes, com preços elevadíssimos. Por isso, é muito interessante para quem quer lucrar o tratamento feito por quimioterapia.




O médico alerta: a quimioterapia está a matar as pessoas. E reforça: em 97% dos casos, ela é ineficiente.

O dr. Glidden cita mais um estudo. Desta vez, realizado na Austrália e que analisou o efeito da quimioterapia depois dos cinco primeiros anos em adultos.
 
O resultado da pesquisa é que a quimioterapia citotóxica teve um efeito de apenas 2,3% na Austrália e de 2,1% nos EUA.

Portanto, declara o dr. Glidden, “está claro que a contribuição da quimioterapia para a cura do cancro é muito baixa”.

Para Glidden, essa é apenas a ponta do iceberg, pois a indústria farmacêutica tem total controlo sobre nós. E o que precisamos é de uma medicina humanizada, que vise à saúde e ao bem-estar das pessoas, em vez do lucro financeiro.

No entanto, ele não é o único a pensar assim. O dr. Leonard Coldwell acredita que a quimioterapia é uma bomba na mão dos médicos. “Eles bombardeiam todo o corpo e, em seguida, dizem que o cancro está morto”.

A quimioterapia, segundo o dr. Coldwell, destrói todas as funções bioquímicas e bioelétricas do corpo. Então, o cancro não tem mais força, mas não apenas ele: todo o corpo do paciente está enfraquecido.

Isso é o que chamamos de cura?

O doutor acredita que o problema está na forma como os médicos foram treinados.

Eles parecem que não aprenderam a curar pessoas, mas apenas a fazer cirurgias e aplicar produtos químicos para acabar com os sintomas das doenças.

Como desabafo, ele partilha o que tem observado há muito tempo: a taxa de suicídio entre os médicos nos Estados Unidos só aumenta, além da dependência ao álcool e outras drogas, talvez isso seja o reflexo de uma vida profissional frustrada.

Falamos de frustração não pelo lado financeiro, mas por não conseguirem salvar vidas como gostariam.

Muitos desses médicos provavelmente sabem que a quimioterapia não é o melhor caminho para curar o cancro, mas continuam a fazer porque o sistema assim o quer.​


Fonte: curapelanatureza.com.br


Aprovado novo medicamento para o câncer duas vezes mais eficaz do que a quimioterapia!

O câncer é uma das condições que mais destrói as famílias neste mundo. E para além disso, os seus tratamentos são muito agressivos e algumas pessoas acabam por morrer mesmo com esses tratamentos. Em vez de morrerem da doença, morrem da cura.

Agora, depois de vários anos de investigação, existe uma nova esperança. A Merck & Co. confirmou que o seu medicamento, chamado Keytruda, provou ser duas vezes mais eficaz do que os outros tratamentos para o cancro do pulmão. Mas ele também se aplica a outros tipos.

O remédio passou todos os estudos, assim como os ensaios clínicos relevantes,e já está aprovado para uso comercial. Ele é especialmente indicado para aqueles pacientes tratados com quimioterapia, que infelizmente não apresentam sinais de melhoria ou remissão.



No estudo, 55% dos doentes tratados com Keytruda tiveram os seus tumores reduzidos, enquanto apenas 29% daqueles que foram submetidos a quimioterapia apresentaram melhorias. A solução ideal é combinar os dois tratamentos, para aumentar sua eficácia.

Em outra investigação realizada pela Universidade da Pensilvânia, 33 de 60 pacientes submetidos a ambos os tratamentos melhoraram. Dos 63 que fizeram só quimioterapia, apenas 18 apresentaram remissão.

Este novo medicamento é capaz de ativar o sistema imunitário do paciente e atacar as células do tumor. O Keytruda pode se tornar um grande aliado na luta contra o cancro. Ele é o primeiro de uma nova geração de drogas imuno-cancerosas.

É neste tipo de pesquisas científicas que devemos continuar a investir. Esperamos que em breve o Keytruda possa estar disponível em todo o mundo.
Partilhe esta informação com seus amigos e familiares!


Fonte: tvi24.iol.pt


Estes são os sintomas de câncer Colo-Retal que nunca deves ignorar! A maioria das pessoas nem os conhece!

Câncer do colo-retal está a ser muito comentado ultimamente, pois tem afetado cada vez mais as mulheres.

Esse tipo de cancro é caracterizado por tumores no segmento do cólon e do reto.

Se diagnosticado com antecedência, pode ser tratado rapidamente.

Por isso é muito importante conheceres os sintomas.




O cólon e o reto são completamente dependentes.

Entenda a finalidade dos dois:
Depois de nos alimentarmos, a comida vai diretamente para o estômago para que seja processada pelo intestino.

A comida passa pelo intestino delgado, que é responsável pela digestão e absorção dos nutrientes.

Em seguida, os restos dos alimentos caminham para o cólon, que absorve a água, sintetiza vitaminas e resíduos.

Depois disso, tudo é levado para o reto, ocupando um espaço de 15 cm – exatamente onde nasce o câncer colo-retal.

Quais os sintomas:
Sangue nas fezes – É o sintoma mais claro.

Anemia – embora as mulheres tenham a tendência de sofrer mais com a anemia do que os homens, devemos ter em mente que este também é um sinal claro.

Mudanças nos hábitos intestinais – se está sofrendo sempre com diarreia ou prisão de ventre, sem que haja qualquer motivo aparente, procure um médico.

Forma das fezes – além da cor, é importante observar a forma.

Evacuação com sensação estranha – se te sentes insatisfeito mesmo depois de ir à casa de banho, isso pode ser um sinal.

Dor abdominal

Perda de peso


Um mês antes de um derrame acontecer, o teu corpo envia estes sinais! É muito importante que não ignores nenhum deles!

Acidente vascular cerebral (AVC), é uma das principais causas de morte no mundo.

Ele divide-se em dois tipos:

1. Acidente vascular isquêmico – falta de circulação numa área do cérebro devido à obstrução de uma ou mais artérias por trombose ou embolia.

2. Acidente vascular hemorrágico – sangramento cerebral provocado pelo rompimento de uma artéria ou vaso sanguíneo provocado pela pressão arterial elevada, problemas na coagulação do sangue, traumatismos.

Conheça os sinais da doença, que, em alguns casos, podem aparecer até um mês antes do AVC ocorrer:
– Paralisia ou fraqueza de uma lado do corpo, atingindo os braços, o rosto e as pernas

– Forte dor na cabeça

– Dormência em apenas um lado do corpo

– Perda da visão em apenas um olho

– Dificuldade em falar

– Dificuldade de entender o que os outros falam

– Problemas respiratórios

– Dor

– Inchaço nos pés/pernas

– Soluços frequentes (acompanhados de alguns dos sintomas a cima)



Veja o que pode provocar o derrame:

– Hipertensão

– Diabetes

– Colesterol alto

– Fumar

– Consumo excessivo de álcool

– Obesidade

– Problemas cardíacos

– Consumo de drogas ilícitas

– Condições genéticas

– Alterações vasculares

Prevenir ou, pelo menos, reduzir os ricos de um derrame cerebral é possível, mediante algumas atitudes, como:

– Ter uma boa alimentação

– Evitar excesso de sal

– Não fumar

– Não beber (ou beber muito pouco)

– Praticar exercícios físicos

– Evitar o consumo de gorduras de má qualidade (como a de carnes embutidas)

– Ter a pressão arterial controlada

– Perder peso, caso tenha em excesso

– Evitar o excesso de açúcar

– Diminuir o stress

– Controlar os níveis de colesterol

– Aumentar a atividade cognitiva, como leitura, xadrez, exercícios manuais e aprender coisas novas

Receita Natural para prevenir um derrame:

Esta receita é bem simples, Apenas com dois ingredientes: água morna e limão.

Consumir água morna com limão, ajuda muito na tua saúde.


Ele não conseguia nem levantar-se da cama… Mas hoje, graças a esta receita caseira, está curado!

O Padre Beno J. Schorr de 61 anos, estava quase paralítico. O processo começou com pontadas agudas na região lombar, diagnosticadas como um bico de papagaio, e incurável segundo o médico.

Depois, tinha um peso crescente na barriga da perna direita, que acabou por se tornar numa dor que só aumentava.

Já mal se levantava da cama, sentindo um formigamento descer pela perna até aos pés, causado pelo bico de papagaio, que apertava o nervo ciático e quando em pé e curvado lhe dava algum alívio.

Fazia praticamente todos os seus trabalhos sentado, menos a missa, até que sua situação piorou e acabou por ter que rezar a missa também sentado.

Consultando novos médicos, soube que tinha vários bicos-de-papagaio calcificados, em grau avançado, e que nada era possível fazer.

Aplicações de ondas curtas e distensões da coluna não tiravam a dor.

Dormia enrolado na cama como um gato, sem poder se endireitar, pois a dor acordava-o.




Foi então que, num encontro de jesuítas cientistas em Porto Alegre, encontrou o padre Suarez, que lhe falou da cura com cloreto de magnésio, mostrando o livrinho do padre Puig, jesuíta espanhol que a descobriu.

Padre Suarez contou que a sua mão estava dura de tão calcificada, mas com esse sal voltou a se movimentar e que outros parentes seus também tinham se curado graças a este remédio.

Padre Beno começou a tomar o remédio e 20 dias depois acordou esticado na cama, sem dor. Depois de 30 dias nada mais doía.

Aos 40 dias, caminhou o dia inteiro, com um pequeno peso. Em três meses sentia crescer a flexibilidade. Depois de dez meses, dobrava-se quase como uma cobra.

Além disso, padre Beno tinha a pulsação seguidamente abaixo de 40 e ela normalizou-se.

O sistema nervoso ficou notoriamente calmo, ganhou maior lucidez, o sangue ficou descalcificado e fluido.

As frequentes pontadas do fígado desapareceram, a próstata, que estava para ser operada, já não incomodava muito. E outros efeitos devolveram ao padre a alegria de viver.

Por isso, ele viu-se obrigado a repartir o presente que o bom Deus lhe deu, divulgando o remédio.

De fato, o cloreto de magnésio é um dos melhores e mais baratos remédios naturais conhecidos.

Ele funciona como suplemento alimentar com muitos benefícios para a saúde. E ajuda a manter o nosso corpo jovem, com energia, além de combater e prevenir muitas doenças.

Este suplemento é facilmente encontrado em boas farmácias e em lojas de produtos naturais.

Procure o cloreto de magnésio PA (que significa “puro para análise”), porque é o mais concentrado e mais bem assimilado pelo organismo.
Vende-se nas boas lojas de produtos naturais, na internet e até em farmácias.
Os benefícios do cloreto de magnésio são muitos, muitos mesmo!

Conheça alguns deles:
  • Fortalece os ossos: graças a ele, o corpo absorve melhor o cálcio, prevenindo a osteoporose.
  • Combate e evita esporão de calcanhar.
  • Normaliza a circulação sanguínea, prevenindo ataques cardíacos.
  • Fornece energia para o corpo.
  • Normaliza a pressão arterial.
  • Combate bronquite.
  • Evita gripes e constipações.
  • Estabiliza o sistema nervoso, funcionando como um tranquilizante natural.
  • Previne enxaqueca.
  • Limpa o sangue.
  • É um regulador intestinal eficaz.
  • Dissolve colesterol.
  • Previne o diabetes.
  • Ativa a produção de anticorpos, ou seja, aumenta o poder do sistema imunológico.
  • Previne a formação de pedras nos rins.
  • Melhora o funcionamento dos rins, prevenindo ácido úrico e artrite.
  • Melhora o sistema muscular e cardiovascular.
  • Desempenha um papel muito importante em muitas funções celulares.
  • Ajuda na digestão difícil.

Como preparar e consumir
  • Use uma água pura, sem cloro e, se possível, também sem flúor.
  • Dissolva numa jarra 33 gramas de cloreto de magnésio (essa é geralmente a quantidade comercializada) em 1 litro de água filtrada.
  • Depois de bem misturado, colocar numa jarra de vidro (não use recipiente de plástico).

A dose é um copinho de café, conforme a idade:
  • de 10 a 40 anos: metade de uma dose pela manhã
  • de 40 a 70 anos: uma dose pela manhã
  • de 71 em diante: uma dose pela manhã e outra à noite
O cloreto de magnésio é contra-indicado em casos de diarreia e de insuficiência renal.

E o uso exagerado (grandes doses) pode causar náuseas, vômitos, diarreia e desconforto abdominal.

Para um consumo mais seguro do cloreto de magnésio, consulte um médico antes.


Ela encheu uma meia com sal e a aqueceu numa frigideira… A razão? É genial! Quando souberes também vais fazer o mesmo!

Nunca imaginei que isto fosse a solução para o problema de muitas pessoas! Vai ser muito útil sem dúvida! E o melhor é que é bem mais económico!

As inflamações no ouvido são extremamente desagradáveis porque causam muita dor. E a seguir vamos ensinar uma receita bem antiga para as tratar.

É um remédio caseiro que as nossas avós usavam muitos anos atrás. E costuma funcionar super bem.

O tratamento é bastante simples. Mas, antes de aprender a receita, que tal saber um pouco mais sobre as infecções no ouvido?

Há três tipos de inflamações no ouvido: otite média, otite externa e otite interna.

A otite média é o resultado da acumulação de fluidos. Geralmente, ela ocorre atrás do tímpano. Apesar de ser mais comum nas crianças, ela pode ocorrer em qualquer idade. E pode causar febre e dor de cabeça.

A otite externa é conhecida como “ouvido de nadador” porque normalmente está relacionada com o contato com a água, seja de praia, piscina ou rios. A água “acumula” no ouvido e permite que bactérias penetrem. O ouvido pode ficar inchado e inflamado, além de muito sensível ao toque.

A otite interna é uma infecção do ouvido interno. Muitos otorrinos não usam o termo “otite interna” porque a inflamação dessa parte do ouvido não é considerada propriamente uma otite. Ela pode causar perda da audição e problemas de equilíbrio.

Se sentir dor no ouvido, procure o auxílio de um médico, para que ele faça o diagnóstico e inicie rapidamente o tratamento.

E pode complementar o tratamento com esta receitinha da avó:



Ingredientes

  • 1 meia branca
  • Cerca de 3 xícaras de sal marinho
Modo de preparação
  • Encha a meia com cerca de 3 xícaras de sal marinho.
  • Em seguida, dê um nó para a fechar.
  • Coloque a meia com sal em uma panela/frigideira limpa e seca e leve para aquecer em fogo baixo por cinco minutos.
  • Enquanto aquece, tenho o cuidado de virar a meia, para que aqueça em ambos os lados.
  • Passados os cinco minutos, desligue o fogo.
  • Espere esfriar um pouco e coloque a meia sobre a orelha do ouvido inflamado.
  • Você sentirá um alívio imediato da dor.


A receita funciona porque o sal retém o calor, que vai reduzir a dor e acalmará rapidamente a inflamação no ouvido.


Bolo de Carne na Pressão é prático, saboroso e combina muito com uma massa deliciosa. Faça para os amigos e convidados. Com certeza, eles não pouparão elogios!



INGREDIENTES

PARA O BOLO DE CARNE

  • 1kg de carne moída
  • 1 cebola ralada
  • 2 ovos
  • 3 colheres de sopa de aveia fina
  • 100g de bacon picadinho
  • sal a gosto
  • 1/3 xícara de chá de azeite
PARA O MOLHO

  • 240ml de água
  • 1 xícara de chá de extrato de tomate
  • 1 cebola cortada em 4 partes
  • 500g de tomate cortado em 4 partes
  • 1kg de tomate sem sementes picado grosseiramente
COMO FAZER BOLO DE CARNE NA PRESSÃO

MODO DE PREPARO DO BOLO DE CARNE

Em uma tigela, coloque a carne moída, a cebola ralada, os ovos, a aveia, o bacon e o sal. Misture bem e modele formando uma bola.
Em uma panela de pressão, coloque o azeite e doure a bola de carne de todos os lados.

MODO DE PREPARO DO MOLHO

No liquidificador, coloque a água, o extrato de tomate, a cebola cortada em 4 partes e 500 g do tomate cortado em 4 partes e bata bem até formar uma mistura homogênea.

Despeje essa mistura na panela de pressão (com a carne já dourada) cobrindo toda a carne.

Adicione 1kg de tomate sem sementes picado grosseiramente e com uma espátula suspenda a carne para que o molho se espalhe no fundo.

Tampe a panela e após pegar pressão conte 30 minutos.

Desligue o fogo e retire a pressão.

Abra a panela, tire o bolo de carne e sirva em seguida com espaguete e com o molho que se formou.

Fonte: GShow

Ela coloca vinagre no recipiente do amaciante… Que truque genial! Vai ser muito útil sem dúvida!

Vinagre no local do amaciador da máquina de lavar roupa? Sim, este excelente truque funciona mesmo muito bem! De certeza que o vais começar a fazer! Vais desejar ter descoberto isso mais cedo!

Adicionar vinagre branco destilado na lavagem de roupas é uma ótima forma de manter as suas roupas limpas e de preservar as suas cores. O vinagre branco destilado pode até mesmo agir como amaciador, impedir que o tecido solte fiapos, e reduzir a alergia se adicionado na máquina de lavar durante um ciclo específico. Lê as dicas a seguir para aprender as maneiras mais comuns de usar o vinagre branco destilado na lavagem das roupas.




Use o vinagre branco destilado como agente natural de clareamento.
Adicione 1/2 xícara ao ciclo de enxaguamento para manter a cor das suas roupas brancas.

Para restaurar a brancura de certos artigos de roupa, deixe de um dia para o outro de molho em água quente com vinagre destilado branco as peças de roupa que deseja. O processo pode ser repetido para manchas teimosas de sair.
Adicione 1/2 xícara de vinagre branco destilado ao último ciclo de enxaguamento para que ele aja como um amaciador de roupas.

Use o vinagre branco destilado para ajudar a remover as manchas.
Esfregue as manchas de desodorizante e de suor com um pouco de vinagre branco destilado para removê-las da roupa. O vinagre branco destilado pode até mesmo ajudar a combater manchas extremas como aquelas causadas pelo alcatrão.

Desodorize as roupas adicionando vinagre branco destilado.
Adicione 1 xícara de vinagre branco destilado ao último ciclo de enxaguamento da roupa para neutralizar os maus odores.
Use 1/2 xícara de vinagre branco destilado para lavar as roupas novas para as deixar mais maleáveis e remover os produtos químicos de produção associados a ela.

Adicione 1/4 de xícara de vinagre branco destilado ao último ciclo de enxaguamento da roupa para combater os fiapos e a eletricidade estática.
Ponha 1/2 xícara de vinagre branco destilado na lavagem para proteger as cores da roupa de se apagarem.

Usar o vinagre branco destilado em tecidos escuros desta forma também pode protegê-los de ficarem foscos.
Use 1 xícara de vinagre destilado branco para cada galão de água na máquina de lavar para remover os traços de sabão.

As pessoas que tem alergia a sabão podem beneficiar usando o vinagre branco destilado na lavagem, já que ele pode remover os agentes alergênicos.

Limpe a máquina de lavar e os canos da mesma usando vinagre branco destilado.


Faça o ciclo de lavagem comum da máquina com ela vazia permitindo que a máquina se encha de água e corra o seu ciclo sem nenhuma roupa ou sabão nela. Adicione 1 xícara de vinagre branco destilado na água da máquina de lavar e deixe ela terminar a lavagem como de costume. O vinagre branco destilado pode ajudar a limpar os canos da máquina e as mangueiras, removendo o acumulado de sabão e sujidade.

Use o vinagre branco destilado desta maneira para limpar sua máquina, reduzir os depósitos de água e a incidência de mofo.

Dicas
O vinagre branco destilado é uma maneira natural e sustentável de lavar a roupa. Usando esse produto para lavar a roupa pode poupar dinheiro e preservar o meio ambiente. Ele também é um desodorizante natural.

Adicione vinagre branco destilado no último ciclo de lavagem para ajudar a remover o cheiro ruim e o mofo das roupas.

Avisos
O uso excessivo de vinagre branco destilado na lavagem de roupas pode causar uma ruptura das fibras naturais das roupas. Artigos feitos de seda, fibra, acetato e triacetato podem ser especialmente sensíveis ao vinagre branco destilado.

Não combine o vinagre branco destilado com o alvejante. Os gases liberados por essa mistura podem ser perigosos para a saúde.


OS MELHORES REMÉDIOS DA MEDICINA POPULAR PARA ELIMINAR VASINHOS E VARIZES DAS PERNAS!

As varizes são extremamente desagradáveis, pois prejudicam muito a aparência.

Além disso, causam muitos desconfortos.

É por isso que ninguém gosta de tê-las.

Elas ocorrem com maior frequência em pessoas que necessitam ficar em pé por longos períodos.

No caso das mulheres, os sintomas tendem a piorar durante o período menstrual e a gravidez.

Se você tem varizes, vamos ensinar agora nove receitas naturais que vão ajudar a eliminá-las:

1. Alecrim e castanha-da-índia
Você vai precisar de:

  • 150 ml de álcool 96°
  • 4 colheres (sopa) de alecrim fresco (40 g)
  • 4 colheres (sopa) de castanha-da-índia (40 g)
  • 2 garrafas de vidro escuro

A preparação é simples: para começar, esterilize a garrafa que vai armazenar a receita

Depois de seca e devidamente esterilizada (esta etapa é muito importante: a garrafa tem que estar limpíssima), coloque nela os ingredientes.

Comece pelas ervas e finalize com o álcool, que deve cobrir bem o alecrim e a castanha-da-índia.

Feche bem a garrafa e leve-a para repousar em um lugar seco e escuro por duas ou três semanas.

Nesse período, agite o frasco diariamente.

Finalizado o tempo de espera, coe e transfira o líquido para outra garrafa de vidro escura e também bem higienizada.

Aplicar realizando uma massagem suave onde houver varizes.

Sempre que possível, use-o antes de dormir para obter melhores resultados.

Ele também é ótimo para tratar dores.

Ele pode ser sempre aplicado quando sentimos alguma dor nas articulações ou músculos.

Se mantido em local fresco e escuro, este remédio pode durar até um ano.

2. ALHO
Corte seis dentes de alho em lâminas finas e misture-os com três colheres (sopa) de azeite extravirgem de oliva e três colheres (sopa) de suco puro de limão.

Agite a mistura e coloque em um recipiente de vidro.

Feche bem e deixe repousar por 12 horas.

Passado esse tempo, aplique a solução de alho com massagens circulares nas áreas onde há varizes.

3. ARGILA VERDE (vende em lojas de produtos naturais)
Dissolver quatro colheres (sopa) de argila verde em um copo de água.

Misture bem e aplique todas as noites como uma compressa sobre a parte afetada, deixando agir até secar.

Em seguida, lave com água morna e sabão.

4. BABOSA
Misture em um recipiente de vidro três colheres (sopa) da baba/gel da babosa, uma cenoura ralada (bem fininha) e uma colher (sopa) de vinagre de maçã para obter uma pasta.

Depois, use essa pasta como uma máscara, aplicando-a nas pernas, onde houver varizes, e deixe descansar por cerca de 20 minutos.

5. CAVALINHA
Coloque duas colheres (sopa) de cavalinha (uma planta medicinal que vende em lojas de produtos naturais) em uma xícara de água fervida e deixe repousar.

Beba este chá diariamente, apenas uma xícara.

6. CASTANHA-DA-ÍNDIA
Ferva por 5 minutos um copo de água.

Despeje sobre essa água uma colher (sopa) de castanha-da-índia moída.

Cubra e deixe esfriar.

Beber duas copos por dia durante três meses.

Esta solução ajuda a melhorar a elasticidade dos vasos sanguíneos e fortalece as válvulas venosas.

Recomenda-se que não seja consumida por gestantes, mulheres no período de amamentação, crianças e durante um tratamento com anticoagulantes.

7. GENGIBRE
Coloque em uma tigela, de preferência de vidro, uma xícara de água fervente.

Adicionar duas colheres (sopa) de gengibre ralado (se ele estiver fresco, será melhor).

Tome 1 xícara desta bebida todos os dias.

8. VINAGRE DE MAÇÃ
Aplique sobre a parte afetada uma esponja embebida com vinagre de maçã.

Faça isso duas vezes por dia, todos os dias, por um mês.

Durante o tratamento, tome duas colheres (sopa) de vinagre de maçã em um copo de água duas vezes por dia.

Importante!

Use um bom vinagre de maçã, de preferência orgânico (encontra-se em boas lojas de produtos naturais).

9. ÓLEO DE COCO
Sabia que o óleo de coco pode ser usado como um ótimo tratamento para varizes?

Massageie um pouco dele na área afetada, de 3 a 6 vezes ao dia, até que você começar a obter os resultados desejados.

10. SUCO DE AMORA E LARANJA
Este tratamento para varizes age de dentro para fora.

Ele melhora a circulação, ajudando a eliminar as varizes.

É uma bebida muito especial.

Ela é feita com chá de amora e suco de laranja.

Você vai precisar de:

  • 1 copo de chá de amora
  • O suco de 1 laranja
  • 1 pedaço de 3 cm de gengibre fresco ralado

Faça o chá de amora: ferva 200 mL de água e, depois, acrescente 1 folha ou 1 colher (chá) da planta seca.

Esprema a laranja para extrair o suco.

Coloque tudo no liquidificador e adicione o gengibre.

Ligue o aparelho para misturar todos os ingredientes até obter uma consistência homogênea.

Depois disso, coe a mistura e beba.

Consuma diariamente, durante duas semanas.

A partir da terceira semana, você pode diminuir o consumo e beber três vezes na semana.

Na quarta, você pode diminuir para duas vezes por semana.

Na quinta semana de consumo, repita o ciclo novamente.

Evite o consumo de alimentos processados, industrializados e cheios de açúcar durante o tratamento.

Lembre-se de que você estará fazendo um tratamento para melhorar o sangue e, por consequência, a circulação.

Alimentos industrializados diminuirão a eficácia deste tratamento.

ESPREMA 1 LIMÃO E MISTURE COM 1 COLHER DE AZEITE DE OLIVA – E ISTO ACONTECERÁ!

Esta é uma tradicional receita e bastante recomendada pelos médicos naturalistas.

Sua ação é em todo o corpo, mas especialmente no fígado e intestino.

Manter seu fígado saudável é uma das melhores coisas que você pode fazer para si mesmo, sabia?

Um fígado saudável proporciona boa digestão e estimula o metabolismo.

Além disso, ele é de grande importância quando se trata de desintoxicação, pois limpa o sangue e remove toxinas do corpo.

Limpezas periódicas do fígado é algo que você deve fazer se quer preservar a sua saúde.

Suas taxas de colesterol estão altas?

Sabia que um figado sadio produz menos colesterol e triglicérides?

Logo, outro benefício da limpeza do fígado é ajudar para a normalização das taxas de colesterol e de triglicérides.

Existem limpezas muito complexas, complicadas.

Mas a que vamos ensinar agora é bem simples.

Ela só leva dois ingredientes.

Um limão fresco, de preferência orgânico.

E azeite extravirgem de oliva, também de preferência orgânico.

Se você não sabe, o limão é uma fruta que ajuda muito o fígado.

Um dos motivos é que o limão contém o antioxidante eriocitrim.

Essa substância, segundo estudos, desintoxica e regulariza as funções hepáticas.

O azeite extravirgem de oliva, sem excessos, ajuda a proteger o fígado do estresse oxidativo, ou seja, é um protetor natural hepático.

Cientistas, conforme artigo artigo publicado na revista “Nutrition and Metabolism”, expuseram ratos a um herbicida moderadamente tóxico conhecido por reduzir antioxidantes e causar tensão oxidativa.

Chegaram à conclusão que os animais alimentados com uma dieta à base de azeite de oliva ficaram com o fígado protegido.

E como é que se faz esta supersimples limpeza do fígado?


Tudo o que você tem a fazer é misturar suco de limão e azeite de oliva em partes iguais.

Recomendamos a seguinte quantidade: 1 colher (sopa) de limão mais 1 colher (sopa) de azeite extravirgem de oliva.
Misture bem e tome na hora.

Faça isso de manhã, logo cedo, antes de beber ou comer qualquer alimento.

Esta limpeza também é ótima para os intestinos, ajudando a combater prisão de ventre e outros problemas digestivos.

Faça por 30 dias e, nesse período, deixe de consumir álcool.

E, mesmo quando terminar a limpeza, mantenha-se longe (ou diminua o consumo) de bebidas alcoólicas.

O resultado será um fígado funcionando muito bem e muito mais saúde e energia na sua vida.

Você pode repetir a receita a cada seis meses.



Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui o trabalho de um especialista. Consulte sempre seu médico.


Fonte: Cura Pela Natureza

PUBLICIDADE

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...